Apostilas para concursos 2018

40.806 Questões

31.667 vagas em concursos

 

 

Domingo, 22 de Abril de 2018.

 

Águia | Níveis Médio e Superior

» Companhia de Entrepostos de Armazéns Gerais de São Paulo (CEAGESP) abre concurso para 22 vagas

IBFC | Níveis Médio e Superior

» Câmara Municipal de Feira de Santana (BA) abre concurso para 37 vagas

VUNESP | Nível Médio

» Polícia Militar do Estado de São Paulo (MP SP) abre concurso para 2.700 vagas

 

Concursos da Vunesp

VUNESP | Nível Superior| Salários de R$ 3.748,98

» Polícia Civil SP abre concurso para 1.400 vagas

 

Material de estudo para concursos

 

Enem teoria e exercícios

 

Exame Nacional de Ensino Médio (ENEM)-EXAME NACIONAL DE ENSINO MÉDIO - ENEM ( 4 Volumes )
Exame Nacional de Ensino Médio (ENEM)
EXAME NACIONAL DE ENSINO MÉDIO - ENEM ( 4 Volumes )

 

Material de estudo para concursos

 

Enem teoria e exercícios

 

Exame Nacional de Ensino Médio (ENEM)-EXAME NACIONAL DE ENSINO MÉDIO - ENEM ( 4 Volumes )
Exame Nacional de Ensino Médio (ENEM)
EXAME NACIONAL DE ENSINO MÉDIO - ENEM ( 4 Volumes )

 

 

 

 

Questões de Direito do Trabalho 2018

 

 

Questões para Praticar

 

» Para um melhor aproveitamento - resolva as questões - anote sua altenativa e depois confira os gabaritos.

» Para interagir com as questões - utilize - FireFox ou Chrome.

 

 

 

Conheço muitos que não puderam quando deviam, porque não quiseram quando podiam.

François Rabelais

 

 

 

Ano: 2018 CESGRANRIO    Petróleo Brasileiro S.A. - Petrobras Nível Superior  Prova: Advogado  Direito do Trabalho Prescrição e decadência no Direito do Trabalho , Questões essenciais relativas aos contratos de emprego

 

prancheta

 

 

 


Q39828


 

Nos termos da Consolidação das Leis do Trabalho, ocorre a prescrição intercorrente no processo do trabalho no prazo de

 

a) 1 ano

 

 

b) 2 anos

 

 

c) 3 anos 

 

 

d) 4 anos

 

 

e) 5 anos

 

 

resolver    |     Comente a questão no final dessa página:

 

 

 

Ano: 2018 CESGRANRIO    Petróleo Brasileiro S.A. - Petrobras Nível Superior  Prova: Advogado  Direito do Trabalho Direito do Trabalho, Princípios do Direito do Trabalho

 

prancheta

 

 

 


Q39827


 

No exame de acordo coletivo de trabalho, a Justiça do Trabalho balizará sua atuação pelo princípio da intervenção na autonomia da vontade coletiva

 

a) efetiva

 

 

b) positiva 

 

 

c) contributiva 

 

 

d) mínima

 

 

e) protetiva 

 

 

resolver    |     Comente a questão no final dessa página:

 

 

 

Ano: 2018 CESGRANRIO    Petróleo Brasileiro S.A. - Petrobras Nível Superior  Prova: Advogado  Direito do Trabalho Das relações laborais, Terceirização no Direito do Trabalho

 

prancheta

 

 

 


Q39826


 

São asseguradas aos empregados da empresa prestadora de serviços terceirizados as mesmas condições relativas à alimentação garantida aos empregados da contratante, quando e enquanto os serviços, que podem ser de qualquer uma das atividades da contratante, forem executados nas dependências da tomadora, e quando a alimentação for oferecida em

 

a)  estabelecimentos conveniados

 

 

b)  estabelecimentos comerciais

 

 

c)  refeitórios 

 

 

d)  restaurantes próximos 

 

 

e)  pensões

 

 

resolver    |     Comente a questão no final dessa página:

 

 

 

Ano: 2017 CESPE UnB    Procuradoria Geral do Estado de Sergipe (PGE SE) Nível Superior  Prova: Procurador do Estado  Direito do Trabalho

 

prancheta

 

 

 


Q40082


 

Segundo o TST, a concessão parcial ou a não concessão do intervalo intrajornada mínimo, para repouso e alimentação, obriga o empregador ao pagamento

 

a) do período suprimido, com acréscimo de, no mínimo, 50% sobre o valor da remuneração da hora normal de trabalho.

 

 

b) do período suprimido, com acréscimo de, no mínimo, 50% sobre o valor do salário básico da hora normal de trabalho.

 

 

c) total do período correspondente ao repouso, sem acréscimo remuneratório.

 

 

d) total do período correspondente ao repouso, com acréscimo de, no mínimo, 50% sobre o valor da remuneração da hora normal de trabalho.

 

 

e) do período suprimido, sem acréscimo remuneratório.

 

 

resolver    |     Comente a questão no final dessa página:

 

 

 

Ano: 2017 CESPE UnB    Procuradoria Geral do Estado de Sergipe (PGE SE) Nível Superior  Prova: Procurador do Estado  Direito do Trabalho

 

prancheta

 

 

 


Q40081


 

Com o desmembramento do município X, foi criado o município Y. Nessa situação hipotética, segundo o TST, a responsabilidade trabalhista quanto aos empregados municipais deverá ser suportada

 

a) pelo município Y, que deverá suceder os empregados do município X contratados antes da criação do novo município.

 

 

b) pelo estado-membro a que os municípios pertencem.

 

 

c) por cada um dos municípios pelo período em que cada um deles figurar como real empregador.

 

 

d) pelos dois municípios, solidariamente, independentemente do período de vinculação dos empregados. 

 

 

e) pelo município X, subsidiariamente, em relação aos empregados contratados pelo município Y.

 

 

resolver    |     Comente a questão no final dessa página:

 

 

 

Ano: 2017 CESPE UnB    Procuradoria Geral do Estado de Sergipe (PGE SE) Nível Superior  Prova: Procurador do Estado  Direito do Trabalho Remuneração e salário: caracterização e distinções, Remuneração e salário

 

prancheta

 

 

 


Q40080


 

angry  Questão Desatualizada



Tendo em vista que a contribuição para o FGTS incide sobre a remuneração mensal devida ao empregado, mas não sobre as parcelas de natureza indenizatória, assinale a opção que apresenta parcela de natureza remuneratória.

 

a) participação do empregado nos lucros ou nos resultados da empresa

 

 

b) alimentação decorrente do Programa de Alimentação do Trabalhador

 

 

c) vale-transporte

 

 

d) diárias de viagem excedentes a 50% do salário do empregado

 

 

e) abono pecuniário concernente à conversão de um terço do período de férias

 

 

resolver    |     Comente a questão no final dessa página:

 

 

 

Ano: 2017 CESPE UnB    Procuradoria Geral do Estado de Sergipe (PGE SE) Nível Superior  Prova: Procurador do Estado  Direito do Trabalho

 

prancheta

 

 

 


Q40079


 

angry  Questão Desatualizada



Segundo o TST, o regime de compensação de jornada de trabalho terá validade garantida apenas se for ajustado mediante

 

a) acordo individual tácito ou escrito, acordo coletivo ou convenção coletiva.

 

 

b) acordo individual tácito ou escrito, acordo coletivo, convenção coletiva ou arbitragem.

 

 

c) convenção coletiva.

 

 

d) acordo coletivo ou convenção coletiva.

 

 

e) acordo individual escrito, acordo coletivo ou convenção coletiva.

 

 

resolver    |     Comente a questão no final dessa página:

 

 

 

Ano: 2017 CESPE UnB    Procuradoria Geral do Estado de Sergipe (PGE SE) Nível Superior  Prova: Procurador do Estado  Direito do Trabalho Efeitos e duração do trabalho nos contratos de emprego, Descanso no trabalho: repouso anual (férias) e semanal

 

prancheta

 

 

 


Q40078


 

De acordo com o TST, nos casos permitidos em lei, havendo convocação do empregado para trabalhar no domingo ou feriado, a empresa deverá remunerar o empregado

 

a) em valor correspondente ao dia de trabalho, sem perda da remuneração relativa ao repouso semanal.

 

 

b) em valor correspondente ao dia de trabalho.

 

 

c) em dobro ou conceder-lhe outro dia de folga para compensar o trabalho prestado.

 

 

d) em dobro ou conceder-lhe dois dias de folga.

 

 

e) em dobro, com perda da remuneração relativa ao repouso semanal.

 

 

resolver    |     Comente a questão no final dessa página:

 

 

 

Ano: 2017 CESPE UnB    Procuradoria Geral do Estado de Sergipe (PGE SE) Nível Superior  Prova: Procurador do Estado  Direito do Trabalho Remuneração e salário, Equiparação salarial (art. 461, CLT) e salário isonômico (artigo 460 da CLT).

 

prancheta

 

 

 


Q40077


 

No que concerne à equiparação salarial, julgue os seguintes itens à luz do entendimento do TST.

I Desde que observados os requisitos legais, a equiparação salarial alcança os trabalhos intelectuais desenvolvidos pelos trabalhadores.

II Para efeito de equiparação de salários em caso de trabalho igual, conta-se o tempo de serviço no emprego.

III A equiparação salarial só é possível se o empregado e o paradigma exercerem a mesma função, desempenhando as mesmas tarefas, não importando a denominação dada aos cargos.

IV Para configurar-se a equiparação, é imprescindível que, ao tempo da reclamação sobre a equiparação salarial, reclamante e paradigma estejam a serviço do estabelecimento.

Estão certos apenas os itens

 

a) I e II.

 

 

b) I e III.

 

 

c) II e III.

 

 

d) III e IV.

 

 

e) I, II e IV.

 

 

resolver    |     Comente a questão no final dessa página:

 

 

 

Ano: 2017 CESPE UnB    Procuradoria Geral do Estado de Sergipe (PGE SE) Nível Superior  Prova: Procurador do Estado  Direito do Trabalho Das relações laborais, Trabalho da mulher

 

prancheta

 

 

 


Q40076


 

Uma lei estadual ampliou para cento e oitenta dias a licença-maternidade para as servidoras gestantes submetidas ao regime estatutário. Com base nisso, uma empregada pública celetista do mesmo estado da Federação requereu para si, em juízo, a extensão do referido benefício.

Nessa situação hipotética, conforme o entendimento do TST, o requerimento de extensão do benefício 

 

a) deverá ser atendido, pois não pode haver discriminação entre as mulheres no ambiente laboral.

 

 

b) não poderá ser atendido, visto que a requerente está submetida a regime jurídico diverso daquele do grupo que lhe serviu de paradigma.

 

 

c) não poderá ser atendido, porque a CLT proíbe equiparação de qualquer espécie remuneratória para efeito de remuneração de pessoal do serviço público.

 

 

d) deverá ser atendido, visto que, nesse caso, se deve aplicar o princípio da isonomia.

 

 

e) deverá ser atendido, porque o real beneficiário do direito à licença-maternidade é o nascituro.

 

 

resolver    |     Comente a questão no final dessa página:

 

 

 

Ano: 2017 CESPE UnB    Procuradoria Geral do Estado de Sergipe (PGE SE) Nível Superior  Prova: Procurador do Estado  Direito do Trabalho Estabilidade e garantias provisórias no emprego, Questões essenciais relativas aos contratos de emprego

 

prancheta

 

 

 


Q40075


 

De acordo com o entendimento do TST, se determinada empresa, que conta com cento e cinquenta empregados, dispensar, sem justa causa, trabalhador com deficiência e não fizer, nos termos da legislação pertinente, a contratação de outro empregado nas mesmas condições, tal dispensa será considerada

 

a) legal, porque não há obrigação legal de o empregador contratar trabalhadores com deficiência. 

 

 

b) legal, desde que a empresa mantenha o percentual mínimo legal de cargos preenchidos por trabalhadores com deficiência.

 

 

c) ilegal, devido ao fato de não haver justo motivo. 

 

 

d) ilegal, porque os trabalhadores com deficiência possuem garantia de emprego por tempo indeterminado.

 

 

e) ilegal, ainda que não interfira no atendimento ao percentual mínimo legal de cargos preenchidos por trabalhadores com deficiência.

 

 

resolver    |     Comente a questão no final dessa página:

 

 

 

Ano: 2017 CESPE UnB    Procuradoria Geral do Estado de Sergipe (PGE SE) Nível Superior  Prova: Procurador do Estado  Direito do Trabalho

 

prancheta

 

 

 


Q40074


 

O sistema sindical brasileiro foi estabelecido para manter a correspondência entre a classe trabalhadora e a empresarial, de modo que, para cada sindicato representativo da categoria profissional, deve existir um sindicato representativo da categoria econômica correspondente. Essa regra, que não se aplica à categoria profissional diferenciada, denomina-se

 

a) dissociação sindical.

 

 

b) desmembramento sindical.

 

 

c) paralelismo simétrico sindical.

 

 

d) adequação setorial negociada.

 

 

e) unicidade sindical.

 

 

resolver    |     Comente a questão no final dessa página:

 

 

 

Ano: 2017 FGV - Fundação Getúlio Vargas    Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Nível Superior  Prova: Exame de Ordem Unificado - XXIV - Primeira Fase  Direito do Trabalho Prescrição e decadência no Direito do Trabalho , Remuneração e salário, Horas extras

 

prancheta

 

 

 


Q35162


 

Um empregado de 65 anos foi admitido em 10/05/2011 e dispensado em 10/01/2013. Ajuizou reclamação trabalhista em 05/12/2016, postulando horas extras e informando, na petição inicial, que não haveria prescrição porque apresentara protesto judicial quanto às horas extras em 04/06/2015, conforme documentos que juntou aos autos.

Diante da situação retratada, considerando a Lei e o entendimento consolidado do TST, assinale a afirmativa correta. 

 

a)  A prescrição ocorreu graças ao decurso do tempo e à inércia do titular. 

 

 

b)  A prescrição foi interrompida com o ajuizamento do protesto. 

 

 

c)  A prescrição ocorreu, porque não cabe protesto judicial na seara trabalhista. 

 

 

d)  A prescrição não corre para os empregados maiores de 60 anos. 

 

 

resolver    |     Comente a questão no final dessa página:

 

 

 

Ano: 2017 FGV - Fundação Getúlio Vargas    Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Nível Superior  Prova: Exame de Ordem Unificado - XXIV - Primeira Fase  Direito do Trabalho Convenções Coletivas, Entidades sindicais: organização, Direito Coletivo do Trabalho

 

prancheta

 

 

 


Q35161


 

Uma instituição bancária construiu uma escola para que os filhos dos seus empregados pudessem estudar. A escola tem a infraestrutura necessária, e o banco contratou as professoras que irão dar as aulas nos primeiros anos do Ensino Fundamental. Não existe controvérsia entre empregador e empregadas acerca do enquadramento sindical.

Diante dessa situação, assinale a afirmativa correta. 

 

a)  Sendo o empregador das professoras um banco, elas são bancárias e estão vinculadas à convenção coletiva dessa categoria profissional.  

 

 

b)  O professor integra categoria conexa, cabendo às professoras definir a que sindicatos pretendem se filiar. 

 

 

c)  Uma vez que a atividade desenvolvida pelas professoras não é bancária, caberá à Justiça do Trabalho definir as regras que deverão permear os seus contratos. 

 

 

d)  As professoras não são bancárias, porque integram categoria diferenciada.  

 

 

resolver    |     Comente a questão no final dessa página:

 

 

 

Ano: 2017 FGV - Fundação Getúlio Vargas    Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Nível Superior  Prova: Exame de Ordem Unificado - XXIV - Primeira Fase  Direito do Trabalho Interrupção e suspensão do contrato de trabalho, Medicina e segurança no trabalho, Alteração, interrupção e suspensão do contrato de emprego

 

prancheta

 

 

 


Q35160


 

Sílvio é empregado da sociedade empresária Onda Azul Ltda. e, em determinado dia, no horário de almoço, ao se dirigir a um restaurante para fazer sua refeição, foi atropelado por um veículo, sofrendo lesões que o afastaram do serviço por 30 dias, inclusive com recebimento de benefício previdenciário.

Diante da situação apresentada, assinale a afirmativa correta.  

 

a)  O fato não caracteriza acidente do trabalho, porque não aconteceu na empresa nem em deslocamento a serviço.

 

 

b)  O fato caracteriza acidente do trabalho, e, ao retornar, Sílvio tem garantia no emprego de 12 meses. 

 

 

c)  A Lei é omissa a respeito, daí porque caberá ao juiz, no caso concreto, dizer se o evento foi acidente de trabalho. 

 

 

d)  A empresa será obrigada a ressarcir o empregado, porque tem o dever de fornecer alimentação.

 

 

resolver    |     Comente a questão no final dessa página:

 

 

 

Ano: 2017 FGV - Fundação Getúlio Vargas    Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Nível Superior  Prova: Exame de Ordem Unificado - XXIV - Primeira Fase  Direito do Trabalho Duração do trabalho, Efeitos e duração do trabalho nos contratos de emprego

 

prancheta

 

 

 


Q35159


 

Um empresário explora o ramo de farmácias e drogarias, possuindo 18 filiais divididas por dois estados da Federação. Cada filial tem 5 empregados, todos com CTPS assinada.

O empresário, desejando saber se precisa manter controle escrito dos horários de entrada e saída dos empregados, procura você para, como advogado, orientá-lo.

Diante da situação retratada e com base na CLT, assinale a afirmativa correta. 

 

a)  O controle de ponto deverá ser mantido, porque a empresa possui mais de 10 empregados. 

 

 

b)  A análise deverá ser feita por cada estado da Federação, sendo obrigatório o ponto se houver mais de 10 empregados no espaço geográfico do estado. 

 

 

c)  O empresário não precisará manter controle escrito, porque tem menos de 10 empregados por estabelecimento. 

 

 

d)  A Lei é omissa a respeito, daí porque, a título de cautela, é recomendável que seja marcado o controle, podendo haver a pré-assinalação da pausa alimentar. 

 

 

resolver    |     Comente a questão no final dessa página:

 

 

 

Ano: 2017 FGV - Fundação Getúlio Vargas    Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Nível Superior  Prova: Exame de Ordem Unificado - XXIV - Primeira Fase  Direito do Trabalho Das relações laborais, Do Grupo, Da Sucessão e Da Responsabilidade dos Empregadores, Sumulas e Jurisprudências do TST

 

prancheta

 

 

 


Q35158


 

Carlos, professor de educação física e fisioterapeuta, trabalhou para a Academia Boa Forma S/A, que assinou sua CTPS. Cumpria jornada de segunda a sexta-feira, das 7h às 16h, com uma hora de intervalo para almoço.

Ao longo da jornada de trabalho, ele ministrava quatro aulas de ginástica com 50 minutos de duração cada, e, também, fazia atendimentos fisioterápicos previamente marcados pelos alunos da Academia, na sociedade empresária Siga em Boa Forma Ltda., do mesmo grupo econômico da Academia, sem ter sua CTPS anotada. Dispensado, Carlos pretende ajuizar ação trabalhista.

Diante disso, em relação ao vínculo de emprego de Carlos assinale a afirmativa correta. 

 

a)  O caso gera a duplicidade de contratos de emprego, sendo as empresas responsáveis solidárias dos débitos trabalhistas. 

 

 

b)  O caso gera a duplicidade de contratos de emprego, sendo as empresas responsáveis subsidiárias dos débitos trabalhistas. 

 

 

c)  O caso gera duplicidade de contratos de emprego, cada empresa com sua responsabilidade. 

 

 

d)  O caso não gera coexistência de mais de um contrato de trabalho. 

 

 

resolver    |     Comente a questão no final dessa página:

 

 

 

Ano: 2017 FGV - Fundação Getúlio Vargas    Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Nível Superior  Prova: Exame de Ordem Unificado - XXIV - Primeira Fase  Direito do Trabalho Das relações laborais, Do Grupo, Da Sucessão e Da Responsabilidade dos Empregadores, Sumulas e Jurisprudências do TST

 

prancheta

 

 

 


Q35157


 

José trabalhou como despachante para a sociedade empresária Vinhos do Sul Ltda. Frequentemente ele reparava que, nas notas de despacho, constava também a razão social da sociedade empresária Vinhos e Sucos de Bento Gonçalves Ltda. Os CNPJs das sociedades empresárias eram distintos, assim como suas respectivas personalidades jurídicas, porém, os sócios de ambas eram os mesmos, sendo certo que a sociedade empresária Vinhos e Sucos de Bento Gonçalves Ltda. era sócia majoritária da sociedade empresária Vinhos do Sul Ltda., além dos sócios pessoas físicas.

Com base no caso narrado, assinale a opção que apresenta a figura jurídica existente entre as sociedades empresárias e o efeito disso perante o contrato de trabalho de João, em caso de eventual ação trabalhista. 

 

a)  Trata-se de consórcio de empregadores, havendo responsabilidade solidária. 

 

 

b)  Trata-se de consórcio de empregadores, havendo responsabilidade subsidiária. 

 

 

c)  Trata-se de grupo econômico, havendo responsabilidade solidária. 

 

 

d)  Trata-se de grupo econômico, havendo responsabilidade subsidiária.

 

 

resolver    |     Comente a questão no final dessa página:

 

 

 

Ano: 2017 FGV - Fundação Getúlio Vargas    Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Nível Superior  Prova: Exame de Ordem Unificado - XXIV - Primeira Fase  Direito do Trabalho Adicionais, Remuneração e salário, Sumulas e Jurisprudências do TST

 

prancheta

 

 

 


Q35156


 

Solange é comissária de bordo em uma grande empresa de transporte aéreo e ajuizou reclamação trabalhista postulando adicional de periculosidade, alegando que permanecia em área de risco durante o abastecimento das aeronaves porque ele era feito com a tripulação a bordo.

Iracema, vizinha de Solange, trabalha em uma unidade fabril recebendo adicional de insalubridade, mas, após cinco anos, sua atividade foi retirada da lista de atividades insalubres, por ato da autoridade competente.

Sobre as duas situações, segundo a norma de regência e o entendimento consolidado do TST, assinale a afirmativa correta.

 

a)  Solange não tem direito ao adicional de periculosidade e Iracema perderá o direito ao adicional de insalubridade. 

 

 

b)  Solange tem direito ao adicional de periculosidade e Iracema manterá o adicional de insalubridade por ter direito adquirido. 

 

 

c)  Solange não tem direito ao adicional de periculosidade e Iracema manterá o direito ao adicional de insalubridade. 

 

 

d)  Solange tem direito ao adicional de periculosidade e Iracema perderá o direito ao adicional de insalubridade. 

 

 

resolver    |     Comente a questão no final dessa página:

 

 

 

Ano: 2017 CONSULPLAN    Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF 2) Nível Superior  Prova: Analista - Área Administrativa  Direito do Trabalho Efeitos e duração do trabalho nos contratos de emprego, Descanso no trabalho: repouso anual (férias) e semanal

 

prancheta

 

 

 


Q34981


 

“Suely trabalha exposta a agente agressor à sua saúde e, em razão disso, recebe insalubridade em grau médio. Transcorrido um ano de trabalho, Suely começa a planejar as férias, que gostaria de fruir no mês de julho do ano seguinte ao período aquisitivo, para poder viajar com seus filhos menores de idade.” Diante da situação retratada e da legislação em vigor, assinale a alternativa correta.  

 

a)  Suely recebe insalubridade na razão de 20% sobre o salário mínimo e não poderá impor a fruição das férias em julho, pois elas são marcadas conforme o desejo do empregador. 

 

 

b)  O adicional recebido por Suely é de 40% sobre o salário básico, sendo que em relação às férias a CLT determina que seja negociado entre as partes o mês de consenso para fruição. 

 

 

c)  Suely recebe adicional de 10% sobre o seu salário contratual e tem direito a aproveitar as férias no mês que desejar porque possui filhos menores de idade, conforme previsto em Lei.

 

 

d)  A empregada em questão pode obrigar o empregador a aceitar o mês de férias do seu desejo porque trabalha em local insalubre, que enseja adicional de 30% sobre a sua remuneração. 

 

 

resolver    |     Comente a questão no final dessa página:

 

 

 

 

 

Compartilhe:» #spsconcursos.com - sem inscrição, sem cadastro e grátis

 

 

 

 

 

» Deseja alguma disciplina específica - escreva-nos!

 

» Se souber o resultado - resolva a questão (clique em comentários) - isso o ajudará a fixar melhor o assunto. A comunidade concurseira agradece!

 

 

»Veja outras Questões

 

 

 

 

treinamento com questões de raciocínio lógico

»Conhença as organizadoras de concursos

 

 

 

 

Concursos da Vunesp

Deixe aqui seu comentário (com o número da Questão):