Apostilas para concursos 2017

34.697 Questões

17.066 vagas em concursos

 

 

Domingo, 19 de Novembro de 2017.

IDIB | Níveis Fundamental, Médio e Superior de Escolaridade

» Prefeitura de Senador Sá (CE) abre concurso para 79 vagas

 

FAFIPA | Níveis Médio e Superior

» Prefeitura de Mato Rico (PR) abre concurso para 21 vagas

APRENDER | Níveis Fundamental, Médio e Superior

» Prefeitura de Herval D'Oeste (SC) abre concurso para 12 vagas

NC-UFPR | Níveis Fundamental, Médio e Superior

» Prefeitura de Araucária (PR) abre concurso para 76 vagas

 

Concursos da Vunesp

IADES | Níveis Médio e Superior| Salários de até R$ 4.903,05

» Correios abrem concurso para 88 vagas

 

Material de estudo para concursos da Secretaria de Segurança pública do Estado de Tocantins

 

Confira nossas sugestões:

 

Apostila Fundação Aroeira para Secretaria de Segurança pública do Estado de Tocantins

 

Conforme Edital

 

Polícia Civil / TO-PAPILOSCOPISTA-ESCRIVÃO DE POLÍCIA
Polícia Civil / TO
PAPILOSCOPISTA
ESCRIVÃO DE POLÍCIA

 

» Apostila Completa com Teoria e Exercícios estilo Fundação Aroeira


» Veja outras apostilas


 

 

 

Treinamento de Serviço Social

Questões FUNDAÇÃO AROEIRA 2017

Questões de concursos anteriores FUNDAÇÃO AROEIRA

 

 

Questões FUNDAÇÃO AROEIRA para Praticar

 

» Para um melhor aproveitamento - resolva as questões - anote sua altenativa e depois confira os gabaritos.

 

 

 

Existe um tempo para melhorar, para se preparar e planejar; igualmente existe um tempo para partir para a ação.

Almyr Klink.

 

     

     

     

     

  • Papiloscopia
  •  

    Ano: 2014 FUNDAÇÃO AROEIRA    Polícia Civil do Estado de Tocantins (PC TO) Nível Médio   Papiloscopia  Noções de Indentificação

     

     

     

       


      Q2150


      Em tempos idos, os criminosos eram marcados com ferro em brasa na fronte, a exemplo do que ocorria na Índia. Na antiguidade (Grécia e Roma) utilizava-se esse método, mas assinalando o tipo de crime cometido. Cortar orelhas e narizes também foi um método de identificação no passado. Na atualidade, no Brasil, especificamente após a Constituição de 1988, o cidadão preso em flagrante ou acusado de um delito em investigação policial deverá ser identificado, conforme normal legal, pelo processo

       

      a) médico – legal e arcada dentária.

       

       

      b) antropométrico.

       

       

      c) datiloscópico e fotográfico.

       

       

      d) retrato falado ou fotográfico.

       

       

      resolver    |     Comente a questão

     

Ano: 2014 FUNDAÇÃO AROEIRA    Polícia Civil do Estado de Tocantins (PC TO) Nível Médio   Papiloscopia  Noções de Indentificação

 

 

 

     


    Q2151


    A identificação criminal do acusado de um delito criminal é um procedimento essencial à persecutio criminis, em especial para que não haja dúvidas sobre a identidade da pessoa sobre a qual recairá o jus puniendi estatal. Tanto é que o próprio Código de Processo Penal brasileiro elenca tal procedimento como sendo uma das providências imediatas a serem realizadas pela autoridade policial ao ter ciência do cometimento de um crime ou de uma contravenção penal (Art. 6º, VIII). No Brasil, o principal método de identificação criminal é o realizado pelo processo

     

    a) datiloscópico e fotográfico, que consiste na coleta de impressões decadatilares e de imagem do investigado.

     

     

    b) antropométrico ou antropológico, que consiste na medição da altura, do peso, da envergadura, do busto, da cor da pele, dos olhos, da boca, dentre outros.

     

     

    c) grafotécnico, que consiste na coleta de elementos gráficos de escrita (letras) fornecidos pelo investigado.

     

     

    d) fotográfico, acompanhado da descrição física do indiciado com suas características.

     

     

    resolver    |     Comente a questão

 

Ano: 2014 FUNDAÇÃO AROEIRA    Polícia Civil do Estado de Tocantins (PC TO) Nível Médio   Papiloscopia  Noções de Indentificação

 

 

 

     


    Q2152


    A identificação do suspeito em uma investigação criminal é medida inerente ao processo penal, sem a qual não se poderá ter certeza da individualização do autor do fato delituoso. O inciso LVIII, da Constituição Federal, diz que o “civilmente identificado não será submetido à identificação criminal, salvo nas hipóteses previstas em lei”. A lei que regula a identificação, no âmbito do processo criminal, é a:

     

    a) Lei n. 3.689 de 1941.

     

     

    b) Lei n. 7.116 de 1983.

     

     

    c) Lei n. 9.454 de 1997.

     

     

    d) Lei n. 12.037 de 2009.

     

     

    resolver    |     Comente a questão

 

Ano: 2014 FUNDAÇÃO AROEIRA    Polícia Civil do Estado de Tocantins (PC TO) Nível Médio   Papiloscopia  Noções de Indentificação

 

 

 

     


    Q2153


    O inciso LVIII do Art. 5º da Constituição Federal estabelece que o civilmente identificado não será submetido à identificação criminal, mas poderá ser identificado criminalmente quando

     

    a) o delito investigado for de menor potencial ofensivo e o nome do autor já constar dos registros policiais.

     

     

    b) o estado de conservação ou a distância temporal ou de localidade da expedição do documento apresentado impossibilitar a identificação segura dos caracteres essenciais à individualização do investigado.

     

     

    c) o investigado tiver sido preso outras vezes na mesma delegacia de polícia, deixando de ser necessária a coleta de impressões digitais por já constarem em banco de dados na instituição.

     

     

    d) o delito não for caso de flagrante e a identificação criminal essencial às investigações policiais.

     

     

    resolver    |     Comente a questão

 

Ano: 2014 FUNDAÇÃO AROEIRA    Polícia Civil do Estado de Tocantins (PC TO) Nível Médio   Papiloscopia  Noções de Indentificação

 

 

 

     


    Q2154


    Por se tratar de informações de caráter sigiloso, o agente público responderá civil, penal e administrativamente se permitir sua utilização para fins diversos dos previstos em lei. Neste caso, os perfis genéticos dos bancos de dados não poderão revelar

     

    a) a raça, o sexo e a cor das pessoas investigadas.

     

     

    b) o número do cadastro de pessoa física (CPF) ou o número da identidade civil.

     

     

    c) os traços somáticos ou comportamentais das pessoas investigadas.

     

     

    d) o nome dos pais, o estado civil ou o grau de escolaridade dos investigados.

     

     

    resolver    |     Comente a questão

 

Ano: 2014 FUNDAÇÃO AROEIRA    Polícia Civil do Estado de Tocantins (PC TO) Nível Médio   Papiloscopia  Noções de Indentificação

 

 

 

     


    Q2155


    Para Federico Olóriz Aguilera, “a identificação é o ato mais frequente e elementar da vida social”. São usados os sentidos, a visão, o olfato, a audição, o tato e o paladar no processo de identificação ou coisas. O Estado tem a obrigação de individualizar o cidadão para que possa protegê- lo. No Brasil existem vários documentos que identificam e individualizam as pessoas. Na identificação, o estudo das saliências e reentrâncias impregnadas nas pontas dos dedos é denominado de:

     

    a) dermatolograma.

     

     

    b) investigação do DNA.

     

     

    c) datiloscopia.

     

     

    d) dermatoscopia.

     

     

    resolver    |     Comente a questão

 

Ano: 2014 FUNDAÇÃO AROEIRA    Polícia Civil do Estado de Tocantins (PC TO) Nível Médio   Papiloscopia  Noções de Indentificação

 

 

 

     


    Q2156


    O processo de identificação, para ser completo, necessita de certos requisitos de natureza biológica e técnica para a obtenção de bons resultados. A ciência que utiliza esse processo de identificação para fins de aplicação no direito criminal é chamada de

     

    a) Antropologia forense.

     

     

    b) Arqueologia penal.

     

     

    c) Medicina criminal.

     

     

    d) Paleontologia humana

     

     

    resolver    |     Comente a questão

 

Ano: 2014 FUNDAÇÃO AROEIRA    Polícia Civil do Estado de Tocantins (PC TO) Nível Médio   Papiloscopia  Noções de Indentificação

 

 

 

     


    Q2157


    A visão estatístico-social ou em uma sociologia matemática, propiciada por Quételet, que afirmava que “tudo que existe na natureza mostra variações de formas ilimitadas e infinitas, portanto a natureza nunca reproduz exatamente sua obra”, e aliado à associação natural que o homem faz entre suas dimensões corporais e sua personalidade, foi criada a técnica de identificação humana que possibilita mensurar o corpo humano e suas partes. Essa técnica foi desenvolvida e colocada em prática por

     

    a) Federico Olóriz Aguilera.

     

     

    b) Alphonse Bertillon.

     

     

    c) James Cook.

     

     

    d) Harry J. Myers.

     

     

    resolver    |     Comente a questão

 

Ano: 2014 FUNDAÇÃO AROEIRA    Polícia Civil do Estado de Tocantins (PC TO) Nível Médio   Papiloscopia  Noções de Indentificação

 

 

 

     


    Q2158


    Vários processos podem ser utilizados para a identificação de pessoa, como a datiloscópica, a antropométrica, o retrato falado. Existem, no entanto, marcas que são particulares e devem ser registradas no conjunto de informações individuais para melhorar o trabalho policial. Essas marcas:

     

    a) levam em consideração a possibilidade de modificação do comportamento criminoso do identificado.

     

     

    b) têm valor histórico diante da superioridade dos sistemas modernos de identificação.

     

     

    c) tratam de registro da existência de cicatrizes, queimaduras, tatuagens, anquiloses, amputações e outros defeitos congênitos.

     

     

    d) ajudam na identificação durante a investigação pela polícia, quando criadas pelos desenhistas de retrato falado.

     

     

    resolver    |     Comente a questão

 

Ano: 2014 FUNDAÇÃO AROEIRA    Polícia Civil do Estado de Tocantins (PC TO) Nível Médio   Papiloscopia  Noções de Indentificação

 

 

 

     


    Q2159


    O sistema Bertillonage de identificação antropométrica, até então aceita em várias partes do mundo, seria superado pelo sistema datiloscópico codificado e demonstrado cientificamente por

     

    a) Juan Vucetich Kovacevich.

     

     

    b) Jeremy Bentham.

     

     

    c) Andrew Dravnieks.

     

     

    d) Marcelo Malpighi.

     

     

    resolver    |     Comente a questão

 

Ano: 2014 FUNDAÇÃO AROEIRA    Polícia Civil do Estado de Tocantins (PC TO) Nível Médio   Papiloscopia  Noções de Indentificação

 

 

 

     


    Q2166


    A representação de uma pessoa por meio de uma imagem, segundo a abstrata descrição de seus aspectos físicos gerais, específicos e as características distintivas narradas por terceiros, é o principal objetivo de um trabalho do perito em identificação, para auxiliar a investigação policial, diminuindo, assim, o universo de suspeitos e apresentando um rosto com características semelhantes às do suspeito procurado. Para isso, deve-se usar a seguinte técnica:

     

    a) fotografia digital.

     

     

    b) retrato falado.

     

     

    c) cópias reprográficas.

     

     

    d) imagem descritiva.

     

     

    resolver    |     Comente a questão

 

Ano: 2014 FUNDAÇÃO AROEIRA    Polícia Civil do Estado de Tocantins (PC TO) Nível Médio   Papiloscopia  Noções de Indentificação

 

 

 

     


    Q2167


    A identificação de criminosos por fotografias tiradas sem retoques, de frente e de perfil, de acordo com o sistema antropométrico de Bertillon, é denominada de

     

    a) fotografia sinalética.

     

     

    b) retrato falado.

     

     

    c) fotografia digital.

     

     

    d) cópia reprográfica.

     

     

    resolver    |     Comente a questão

 

Ano: 2014 FUNDAÇÃO AROEIRA    Polícia Civil do Estado de Tocantins (PC TO) Nível Médio   Papiloscopia  Noções de Indentificação

 

 

 

     


    Q2168


    É um tipo de trabalho pericial que busca a identificação das pessoas mediante estudo das impressões existentes na derme (pele), especialmente nos dedos, nas mãos, nos pés e na língua. Essa técnica de perícia denomina-se

     

    a) entomoloscopia.

     

     

    b) dermoscopia.

     

     

    c) peleoscopia.

     

     

    d) papiloscopia.

     

     

    resolver    |     Comente a questão

 

Ano: 2014 FUNDAÇÃO AROEIRA    Polícia Civil do Estado de Tocantins (PC TO) Nível Médio   Papiloscopia  Noções de Indentificação

 

 

 

     


    Q2169


    A pele é o maior órgão de nosso corpo, apresenta espessura que varia de 0,5 a 6 mm e funciona como uma capa que protege os órgãos internos. As camadas da pele, da parte externa para a parte interna, são:

     

    a) epiderme – derme – hipoderme.

     

     

    b) hipoderme – derme – epiderme.

     

     

    c) derme – epiderme – hipoderme.

     

     

    d) epiderme – hipoderme – derme.

     

     

    resolver    |     Comente a questão

 

Ano: 2014 FUNDAÇÃO AROEIRA    Polícia Civil do Estado de Tocantins (PC TO) Nível Médio   Papiloscopia  Noções de Indentificação

 

 

 

     


    Q2170


    Às impressões constituídas de papilas dérmicas, cujas linhas negras são formadas pelas cristas papilares e os espaços em branco são formados pelos sulcos interpapilares, denominam-se:

     

    a) interpapilogramas.

     

     

    b) papilogramas.

     

     

    c) papiloscogramas.

     

     

    d) datiloscogramas.

     

     

    resolver    |     Comente a questão

 

 

 

Compartilhe:» #spsconcursos.com - sem inscrição, sem cadastro e grátis

 

 

 

 

 

» Se souber o resultado - resolva a questão (clique em comentários) - isso o ajudará a fixar melhor o assunto. A comunidade concurseira agradece!

 

 

»Veja outras Questões

 

 

 

 

Treinamento de Soldado PM SP

»Conhença as organizadoras de concursos

 

 

 

 



página com questões do Enem