Apostilas para concursos 2018

46.400 Questões

14.576 vagas em concursos

 

 

Domingo, 24 de Junho de 2018.

 

SANTO ÂNGELO | Níveis Fundamental, Médio e Superior

» Prefeitura de Boa Vista Do Buricá (RS) abre concurso para 25 vagas

IBAM-SP | Níveis Médio e Superior

» Prefeitura de São José dos Campos (SP) abre concurso para 35 vagas

FGV - Fundação Getúlio Vargas | Nível Superior

» Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MP RJ) abre seleção para 800 vagas

 

Concursos da Vunesp

CESPE UnB | Nível Superior| Salários vão de R$ 11.983,26 a R$ 22.672,48.

» Polícia Federal abre concurso para 500 vagas em todo o país

 

Material de estudo para Concursos de Enfermagem 2018

 

 

 

Série Médica-ENFERMEIRO
Série Médica
ENFERMEIRO

 

Material de estudo para Concursos de Enfermagem 2018

 

 

 

Série Médica-TÉCNICO EM ENFERMAGEM
Série Médica
TÉCNICO EM ENFERMAGEM

 

Material de estudo para Concursos de Enfermagem 2018

 

 

 

Série Médica-TÉCNICO EM ODONTOLOGIA
Série Médica
TÉCNICO EM ODONTOLOGIA

 

 

 

 

Material de estudo para Concursos de Enfermagem 2018

 

 

 

Série Médica-TÉCNICO DE LABORATÓRIO
Série Médica
TÉCNICO DE LABORATÓRIO

 

Treinamento de Engermagem

Questões de Enfermagem para Concursos - Doenças Infecciosas e Parasitórias

Treine para prova sem medo, sem surpresas sem pegadinhas! Somente a prática leva a perfeição...

 

 

 

 

 

» Confira a lista de concursos abertos

» Veja os últimos concursos publicados

 

 

 

Questões de Enfermagem - Doenças Infecciosas e Parasitórias

 

» Para um melhor aproveitamento - resolva as questões - anote sua altenativa e depois confira os gabaritos.

» Para interagir com as questões - utilize - FireFox ou Chrome.

 

 

 

Todo homem é o arquiteto de seu próprio destino.

Salústio

 

 

 

  • Universidade Federal de Uberlândia (UFU)
  •  

    Q42410


    prancheta

     


    Ano: 2018    Universidade Federal de Uberlândia (UFU) Nível Superior   Enfermagem HIV/AIDS, Doenças Infecciosas e parasitárias Cargo: Enfermeiro

     


    Os medicamentos usados na terapia antirretroviral (TARV) pertencem a seis classes de fármacos, que interferem na replicação do HIV em seis pontos diferentes do processo.

    Associe corretamente as três colunas com o nome do medicamento, o ponto de ação no processo de replicação do vírus e os possíveis efeitos adversos, respectivamente.

    questões de concursos Universidade Federal de Uberlândia (UFU) 2018

     Assinale a alternativa correta.


      a)  2 - 1 – 3.

     


       b)  3 - 3 – 4.

     


       c)  1 - 4 – 2.

     


       d)  4 - 2 – 1.

     

     

    resolver    |     Comente a questão

     

     

     

  • Superior Tribunal Eleitoral (STJ)
  •  

    Q42440


    prancheta

     


    Ano: 2018 CESPE UnB    Superior Tribunal Eleitoral (STJ) Nível Médio   Enfermagem Doenças Infecciosas e parasitárias Cargo: Técnico Judiciário - Enfermagem

     


    A respeito de agentes infecciosos e parasitários, julgue o item subsecutivo.

    Os organismos do reino Fungi podem causar doenças conhecidas por micoses, infecções muitas vezes crônicas, como, por exemplo, a esporotricose e a candidíase. 

     


      (C) Certo

     


       (E) Errado

     

     

    resolver    |     Comente a questão

     

     

     

    Q42439


    prancheta

     


    Ano: 2018 CESPE UnB    Superior Tribunal Eleitoral (STJ) Nível Médio   Enfermagem Doenças Infecciosas e parasitárias Cargo: Técnico Judiciário - Enfermagem

     


    A respeito de agentes infecciosos e parasitários, julgue o item subsecutivo.

    A classe Trematoda, representada pelo Schistosoma mansoni, e a classe Cestoda, representada pela Taenia solium, ambas do filo platelminto, são importantes parasitos humanos, capazes de causar doenças como a esquistossomose e a cisticercose, respectivamente.


      (C) Certo

     


       (E) Errado

     

     

    resolver    |     Comente a questão

     

     

     

    Q42438


    prancheta

     


    Ano: 2018 CESPE UnB    Superior Tribunal Eleitoral (STJ) Nível Médio   Enfermagem Doenças Infecciosas e parasitárias Cargo: Técnico Judiciário - Enfermagem

     


    A respeito de agentes infecciosos e parasitários, julgue o item subsecutivo.

    Os protozoários que parasitam o homem podem habitar diferentes tecidos ou órgãos, como o Trypanosoma cruzi, presente no sangue, a Giardia lamblia, no intestino, ou as Trichomonas, nos genitais e nas vias urinárias.

     


      (C) Certo

     


       (E) Errado

     

     

    resolver    |     Comente a questão

     

     

     

    Q42437


    prancheta

     


    Ano: 2018 CESPE UnB    Superior Tribunal Eleitoral (STJ) Nível Médio   Enfermagem Doenças Infecciosas e parasitárias Cargo: Técnico Judiciário - Enfermagem

     


    A respeito de agentes infecciosos e parasitários, julgue o item subsecutivo.

    As bactérias que pertencem ao reino Monera podem ser espiraladas, arredondadas ou se organizar na forma de cachos, com vários núcleos, a exemplo do Streptococcus pneumoniae, causador da pneumonia no homem.


      (C) Certo

     


       (E) Errado

     

     

    resolver    |     Comente a questão

     

     

     

    Q42460


    prancheta

     


    Ano: 2018 CESPE UnB    Superior Tribunal Eleitoral (STJ) Nível Médio   Enfermagem Hepatites, Doenças Infecciosas e parasitárias Cargo: Técnico Judiciário - Enfermagem

     


    Julgue os próximo item, relativo ao meio de transmissão das hepatites virais.

    A transmissão do vírus da hepatite A (HAV) ocorre majoritariamente por via parenteral, por isso o risco de transmissão é maior entre pessoas que compartilham seringas, agulhas e outros instrumentos para uso de drogas.

     


      (C) Certo

     


       (E) Errado

     

     

    resolver    |     Comente a questão

     

     

     

    Q42459


    prancheta

     


    Ano: 2018 CESPE UnB    Superior Tribunal Eleitoral (STJ) Nível Médio   Enfermagem Hepatites, Doenças Infecciosas e parasitárias Cargo: Técnico Judiciário - Enfermagem

     


    Julgue os próximo item, relativo ao meio de transmissão das hepatites virais.

    A transmissão do vírus da hepatite B (HBV) pode ocorrer por via sexual, por isso essa doença é considerada uma infecção sexualmente transmissível (IST).

     


      (C) Certo

     


       (E) Errado

     

     

    resolver    |     Comente a questão

     

     

     

    Q42458


    prancheta

     


    Ano: 2018 CESPE UnB    Superior Tribunal Eleitoral (STJ) Nível Médio   Enfermagem Hepatites, Doenças Infecciosas e parasitárias Cargo: Técnico Judiciário - Enfermagem

     


    Julgue os próximo item, relativo ao meio de transmissão das hepatites virais.

    A principal via de contágio do vírus da hepatite C (HCV) é a fecal-oral, de modo que a transmissão ocorre por contato humano ou pela ingestão de água e(ou) alimentos contaminados.


      (C) Certo

     


       (E) Errado

     

     

    resolver    |     Comente a questão

     

     

     

  • Petrobras Transporte S.A (Transpetro)
  •  

    Q41152


    prancheta

     


    Ano: 2018 CESGRANRIO    Petrobras Transporte S.A (Transpetro) Nível Superior   Enfermagem Outras Doenças Infecciosas e Parasitárias, Doenças Infecciosas e parasitárias Cargo: Enfermeiro do Trabalho Júnior

     


    Há uma doença aguda, produzida pelo contato com a neurotoxina de um bacilo encontrado em ampla distribuição geográfica sob a forma de esporos, que tem a capacidade de impedir a inibição do arco reflexo da medula espinhal, promovendo reflexos excitatórios tônicos em múltiplas regiões do organismo.

    Tal doença, enquadrada no Grupo I da Classificação de Schilling, é a(o)


      a) Tétano

     


       b) Psitacose

     


       c) Brucelose

     


       d) Carbúnculo

     


       e) Blastomicose 

     

     

    resolver    |     Comente a questão

     

     

     

    Q41167


    prancheta

     


    Ano: 2018 CESGRANRIO    Petrobras Transporte S.A (Transpetro) Nível Superior   Enfermagem Doenças Infecciosas e parasitárias Cargo: Enfermeiro do Trabalho Júnior

     


    O Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas para Profilaxia Pós-Exposição (PEP) de Risco à Infecção pelo HIV, IST e Hepatites Virais foi atualizado em 2017 e, dentre outras, traz a seguinte recomendação para a profilaxia do HIV, IST e Hepatites Virais: 


      a) iniciar a investigação de sífilis pelo teste não treponêmico (teste rápido).

     


       b) avaliar toda pessoa com exposição de risco ao HIV para um eventual episódio de infecção aguda pelos vírus das hepatites A e B.

     


       c) orientar todas as pessoas potencialmente expostas ao HIV sobre a necessidade de repetir a testagem em 45 dias após a exposição, mesmo depois de completada a profilaxia com ARV.

     


       d) dispensar a profilaxia ARV, nos casos em que o atendimento ocorrer após 48 horas da exposição.

     


       e) utilizar o esquema antirretroviral TDF + 3TC + DTG apenas na impossibilidade do esquema TDF + 3TC + DRV/r

     

     

    resolver    |     Comente a questão

     

     

     

    Q41179


    prancheta

     


    Ano: 2018 CESGRANRIO    Petrobras Transporte S.A (Transpetro) Nível Superior   Enfermagem HIV/AIDS, Doenças Infecciosas e parasitárias Cargo: Enfermeiro do Trabalho Júnior

     


    Segundo orientação do Ministério da Saúde, nos casos de violência sexual, relação sexual desprotegida, sem o uso de camisinha ou por rompimento da mesma, além da possível ocorrência de acidente ocupacional com instrumentos perfurocortantes ou por contato direto com material biológico contaminado, está indicada a Profilaxia Pós-Exposição ao HIV, mais conhecida pela sigla PEP.

    Trata-se de uma medida de prevenção à infecção pelo HIV, que consiste no uso de medicação com antirretrovirais em até


      a) 12 h

     


       b) 24 h

     


       c) 36 h

     


       d) 48 h

     


       e) 72 h

     

     

    resolver    |     Comente a questão

     

     

     

  • Prefeitura de Carneirinho
  •  

    Q40235


    prancheta

     


    Ano: 2018 FUMARC    Prefeitura de Carneirinho Nível Médio   Enfermagem Tuberculose, Doenças Infecciosas e parasitárias Cargo: Técnico de Enfermagem

     


    A Tuberculose é um problema de saúde prioritário no Brasil. O agravo atinge todos os grupos etários, com maior predomínio nos indivíduos economicamente ativos, na faixa etária de 15 a 54 anos, do sexo masculino, e em locais de precárias condições sociais (asilos, alagados, aglomerados, mocambos etc.). É uma doença infecciosa, e as formas pulmonares são as de importância epidemiológica. Os pacientes que não se curam, após tratamento com os esquemas padronizados pelo Programa Nacional de Controle da Tuberculose – PNCT/SVS/MS, podem ser portadores de bacilos resistentes aos tuberculostáticos.

    A resistência deve ser confirmada por testes laboratoriais e é definida, EXCETO como


      (A) Monorresistência - Resistencia a um fármaco apenas.

     


       (B) Multirresistência - Resistencia simultânea a, pelo menos, Rifampicina e Isoniazida.

     


       (C) Polirresistência - Resistencia a mais de um fármaco que não Rifampicina e Isoniazida.

     


       (D) Resistência extensiva aos fármacos - Resistencia a drogas mais complexas como a Fluoroquinolona, um medicamento injetável de segunda linha.

     

     

    resolver    |     Comente a questão

     

     

     

    Q40234


    prancheta

     


    Ano: 2018 FUMARC    Prefeitura de Carneirinho Nível Médio   Enfermagem Dengue, Doenças Infecciosas e parasitárias Cargo: Técnico de Enfermagem

     


    A Dengue é a mais importante arbovirose do mundo, principalmente pelo seu caráter epidêmico e pela possibilidade de complicações e desenvolvimento da Síndrome do Dengue Hemorrágico. É transmitida pela picada das fêmeas do mosquito Aedes aegypti (hematófagas), no ciclo Aedes – Homem – Aedes. Sobre esse assunto, identifique as afirmativas com V ou F, conforme sejam verdadeiras ou falsas:

    I. ( ) Os principais objetivos da Vigilância epidemiológica da doença são reduzir a infestação pelo Aedes aegypti, reduzir a incidência da Dengue e reduzir a letalidade por Febre Hemorrágica do Dengue - FHD.

    II. ( ) São considerados casos suspeitos de Dengue, todos os pacientes que apresentem doença febril aguda com duração de até sete dias, acompanhada de, pelo menos, dois sintomas: cefaleia, dor retrorbitária, mialgias, artralgias, prostração ou exantema, associados ou não à presença de hemorragias.

    III. ( ) A Febre Hemorrágica do Dengue é confirmada mediante o seguinte critério: a comprovação laboratorial e prova do laço positiva.

    IV. ( ) Em função da complexidade que envolve a prevenção e o controle da Dengue, o Programa Nacional de Controle da Dengue estabeleceu como meta um único componente de ação: o combate ao vetor. A sequência CORRETA, de cima para baixo, é:  


      (A) F – V – F – V

     


       (B) F – V – V – V

     


       (C) V – F – V – F

     


       (D) V – V – F – F

     

     

    resolver    |     Comente a questão

     

     

     

    Q40233


    prancheta

     


    Ano: 2018 FUMARC    Prefeitura de Carneirinho Nível Médio   Enfermagem Febre Amarela, Doenças Infecciosas e parasitárias Cargo: Técnico de Enfermagem

     


    O Brasil vem sofrendo, desde o final de 2017, com o aumento do número de casos confirmados de Febre Amarela silvestre, com expressiva letalidade. A Febre Amarela é uma doença febril aguda, de curta duração (no máximo 12 dias), transmitidano meio silvestre por vetores do gênero Haemagogus, tendo como reservatório os primatas não humanos. Em relação à Febre Amarela silvestre, são verdadeiras as seguintes afirmativas, EXCETO:


      (A) A Febre Amarela é uma doença de notificação compulsória e investigação epidemiológica obrigatória de todos os casos.

     


       (B) A Febre Amarela é uma doença sazonal, com maior incidência nos meses de janeiro a abril, acomete com maior frequência o sexo masculino e a faixa etária acima dos 15 anos, devido à maior exposição profissional.

     


       (C) De 2000 a 2008, observou-se uma expansão da circulação viral no sentido Norte e Centro Oeste do pais, detectando-se sua presença em áreas silenciosas há várias décadas.

     


       (D) Um grupo de risco importante são as pessoas não vacinadas que residem pró- ximas aos ambientes silvestres, onde circula o vírus, além de turistas e migrantes que adentram esses ambientes.

     

     

    resolver    |     Comente a questão

     

     

     

  • Universidade Federal de Goiás (UFG)
  •  

    Q42335


    prancheta

     


    Ano: 2018 UFG    Universidade Federal de Goiás (UFG) Nível Superior   Enfermagem Outras Doenças Infecciosas e Parasitárias, Doenças Infecciosas e parasitárias Cargo: Enfermeiro

     


    A malária é reconhecida como um grave problema de saúde pública no mundo. O enfrentamento adequado dessa endemia também é fundamental para consolidar o processo de descentralização das ações de epidemiologia e controle da doença, bem como a integração com as atividades da atenção básica. Nessa doença,


      a) os casos devem ser notificados, salvo em áreas endêmicas, que apresentam elevada ocorrência de infecção, e o controle vetorial bem como a proteção à população são realizadas rotineiramente. A notificação das áreas não endêmicas, por outro lado, deve ser feita por meio da ficha de notificação SINAN.

     


       b)  o teste rápido imunocromatográfico permite diagnóstico rápido em cerca de 15 a 20 minutos, é de fácil execução e interpretação dos resultados, dispensa o uso de microscópio e de treinamento prolongado de pessoal, além de distinguir as espécies P. vivax, P. malariae e P. ovale, medindo o nível de parasitemia e detectando as infecções mistas que incluem o P. falciparum.

     


       c)  a crise aguda é caracterizada por episódios de calafrios, febre e sudorese. Têm duração variável de seis a doze horas e pode cursar com temperatura igual ou superior a 40 ºC. Em geral, esses paroxismos são acompanhados por cefaleia, mialgia, náuseas e vômitos.

     


       d)  a quimioprofilaxia (QPX) é uma das medidas de prevenção, que consiste no uso de drogas antimaláricas em doses subterapêuticas, a fim de reduzir formas clínicas graves e óbito devido à infecção por P. falciparum . Essas drogas apresentam ação eficiente contra esporozoítos ou hipnozoítos, prevenindo a infecção pelo Plasmodium sp e/ou recaídas por P. vivax ou P. ovale.

     

     

    resolver    |     Comente a questão

     

     

     

    Q42333


    prancheta

     


    Ano: 2018 UFG    Universidade Federal de Goiás (UFG) Nível Superior   Enfermagem Outras Doenças Infecciosas e Parasitárias, Doenças Infecciosas e parasitárias Cargo: Enfermeiro

     


    O tétano é uma doença do sistema nervoso, transmissível, não contagiosa, caracterizada por espasmos musculares e contração muscular tônica. É provocado pela tetanospasmina, toxina produzida pela bactéria Clostridium tetani , que adentra o organismo através de ferimentos ou lesões de pele e mucosas. Apesar de potencialmente fatal é altamente evitável e atualmente faz parte do calendário vacinal. Dessa forma,


      a)  o período de incubação varia, em geral, de sete a dez dias, podendo ocorrer meses depois, sendo que períodos menores de sete dias anunciam quadros mais amenos, enquanto apresentações mais tardias associam-se à forma mais agressiva da doença.

     


       b)  o tétano neonatal pode ser adquirido na manipulação do cordão umbilical por instrumentos não esteriliza - dos e contaminação por esterco, terra, café, grãos, moedas ou quaisquer outros itens com potencial de contaminação.

     


       c)  o tétano neonatal ocorre em filhos de mães imunizadas ou não, após partos com baixo nível de higiene e cuidados inadequados com o cordão umbilical. Ocorre em geral de sete a doze dias após o nascimento, com rigidez e espasmos, e é normalmente fatal.

     


       d)  as gestantes não vacinadas e/ou com histórico vacinal desconhecido devem receber duas doses de dT e uma dose de dTpa, a partir da 12ª semana de gestação, com intervalo mínimo de dois meses entre elas. A vacinação protege a gestante e evita a transmissão da Bordetella pertussis ao recém-nascido, permitindo a transferência de anticorpos ao feto nos primeiros meses de vida até que ele possa ser imunizado .

     

     

    resolver    |     Comente a questão

     

     

     

  • Prefeitura de Caxias
  •  

    Q44715


    prancheta

     


    Ano: 2018 INST MACHADO DE ASSIS    Prefeitura de Caxias Nível Médio   Enfermagem Outras Doenças Infecciosas e Parasitárias, Doenças Infecciosas e parasitárias Cargo: Técnico em Enfermagem

     


    A Sífilis, a Donovanose e a Tricomoníase podem ser transmitidas da seguinte forma:


      (A) Via parenteral.

     


       (B) Via fecal-oral.

     


       (C) Via respiratória.

     


       (D) Via sexual.

     

     

    resolver    |     Comente a questão

     

     

     

  • Secretaria de Estado da Saúde do Rio Grande do Norte
  •  

    Q40329


    prancheta

     


    Ano: 2018 COMPERVE    Secretaria de Estado da Saúde do Rio Grande do Norte Nível Médio   Enfermagem Dengue, Doenças Infecciosas e parasitárias Cargo: Técnico de Enfermagem

     


    No atendimento ao paciente com suspeita ou diagnóstico confirmado de dengue, os sinais de alarme devem ser rotineiramente pesquisados e valorizados, e os pacientes devem ser orientados a procurar a assistência médica na ocorrência deles. São considerados sinais de alarme na dengue, entre outros,


      a) dor abdominal intensa (referida ou à palpação) e contínua, artralgia ou artrite intensa de início agudo, tosse e/ou coriza e/ou conjuntivite.

     


       b) febre que tem duração de dois a sete dias, geralmente alta (39ºC a 40ºC), cefaleia, adinamia, mialgias, artralgias e dor retroorbitária.

     


       c) febre, exantema maculo-papular pruriginoso, hiperemia conjuntival não pruriginosa e não purulenta, artralgia ou artrite, mialgia, cefaleia, dor nas costas e manifestações digestivas.

     


       d) dor abdominal intensa (referida ou à palpação) e contínua, vômitos persistentes, hipotensão postural e/ou lipotimia, letargia e/ou irritabilidade e aumento progressivo do hematócrito.

     

     

    resolver    |     Comente a questão

     

     

     

    Q40328


    prancheta

     


    Ano: 2018 COMPERVE    Secretaria de Estado da Saúde do Rio Grande do Norte Nível Médio   Enfermagem Outras Doenças Infecciosas e Parasitárias, Doenças Infecciosas e parasitárias Cargo: Técnico de Enfermagem

     


    A raiva é uma antropozoonose que apresenta letalidade de aproximadamente 100% e alto custo na assistência preventiva às pessoas expostas ao risco de adoecer e morrer, sendo ainda um problema de saúde pública no Brasil. A profilaxia contra a raiva deve ser iniciada o mais precocemente possível. Sobre as bases gerais da profilaxia da raiva humana,


      a) não se deve consumir produtos derivados de animais com suspeita de raiva, mas, havendo consumo, há indicação de esquema profilático para raiva humana, pois há relatos de caso de raiva humana transmitida por essa via.

     


       b) não se indica o uso de soro antirrábico para os pacientes considerados imunizados por esquema profilático anterior, exceto nos casos de pacientes imunodeprimidos ou em caso de dúvidas sobre o tratamento anterior. 

     


       c) o contato indireto, como a manipulação de utensílios potencialmente contaminados, a lambedura da pele íntegra e acidentes com agulhas durante aplicação de vacina animal são considerados acidentes de alto risco e exigem esquema profilático.

     


       d) a história vacinal do animal agressor constitui elemento suficiente para a dispensa da indicação do esquema profilático da raiva humana, especialmente entre os animais domésticos, como cães e gatos, mesmos que sejam animais errantes.

     

     

    resolver    |     Comente a questão

     

     

     

  • Polícia Militar do Estado de Minas Gerais (PM MG)
  •  

    Q14920


    prancheta

     


    Ano: 2017    Polícia Militar do Estado de Minas Gerais (PM MG) Nível Médio   Enfermagem Doenças Infecciosas e parasitárias Cargo: Soldado - Técnico de Enfermagem

     



    A adoção de precauções baseadas na transmissão visa conter a disseminação de doenças infectocontagiosas. Considerando que as medidas de precaução são adotadas de acordo com o modo de transmissão da doença, relacione a segunda coluna de acordo com a primeira:

    (1) Precauções contra a transmissão pelo ar 

    (2) Precauções contra a transmissão por gotículas 

    (3) Precauções contra a transmissão por contato

    ( ) Sarampo

    ( ) Conjuntivite viral

    ( ) Escabiose

    ( ) Caxumba

    ( ) Peste pneumônica

    ( ) Tuberculose

    Marque a alternativa que contem a sequência CORRETA de respostas na ordem de cima para baixo:


      a)  1 - 3 - 3 - 2 - 2 - 1

     


       b)  3 - 1 - 3 - 1 - 2 - 2

     


       c)  2 - 3 - 1 - 3 - 1 - 2

     


       d)  1 - 2 - 3 - 3 - 2 - 1

     

     

    resolver    |     Comente a questão

     

     

     

     

     

    Compartilhe:» #spsconcursos.com - sem inscrição, sem cadastro e grátis

     

     

     

     

     

    Treinamento de Serviço Social

    »Conhença as organizadoras de concursos

     

     

     

     

    Treinamento de Engermagem - Imunização